Betclic
 50€  GRÁTIS!
Bet
 10€  GRÁTIS!
Casino Portugal
 100€  GRÁTIS!
+ de 500 EUROS DE BÓNUS OFERTADOS   SE CLICAR AQUI

Mundial 2018: de que continente há de chegar o vencedor?

|

Se o pontapé de saída apenas será dado no próximo dia 14 de Junho, muitas projeções já podem ser feitas. A nossa redação refletiu sobre os continentes com mais chances de dar o novo Campeão do Mundo em 2018.

Para 2019: O Campeonato do Mundo 2018 designou então a Europa, através da França, como continente vencedor do torneio. Mas em 2019, com o Mundial Feminino, será que o vencedor virá de outra região do mundo? Por sinal, o hemisfério norte da Terra foi sempre vencedor, desde a primeira edição de 19991. Em 8 edições, já foram 3 continentes já foram representados. França, o país anfitrião, e Estados Unidos, país mais conquistas na categoria feminina, são os favoritos para as casas de apostas deste Mundial 2019. Se não quiser arriscar no vencedor muito cedo, pode ir conferindo os prognósticos do Campeonato do Mundo Feminino e apostar passo a passo. As confederações da Europa, da Ásia e da América do Norte já contam pelo menos com um troféu. Será que América do Sul, África ou Oceânia têm alguma hipóteses crível? Acompanhe as nossas previsões.

Trinta e duas nações, 5 continentes e 736 jogadores: eis o que espera por si na 21a edição do Campeonato do Mundo da FIFA. Organizada na Rússia de 14 de Junho a 15 de Julho de 2018, a maior competição do planeta todos desportos confundidos, vai proporcionar um choque das culturas do futebol. O ponto comum entre seleções provenientes do mundo inteiro, será o desejo de conquistar o mais belo de todos os  troféus, convertendo-se no novo Campeão do Mundo por 4 anos. Algumas projeções já constam nas diferentes casas de apostas para apostar no Mundial, e a tendência conduz-nos para uma guerra entre as seleções europeias e latino-americanas. Será mesmo de uma dessas regiões do mundo que irá surgir o futuro vencedor da Taça do Mundo? As seleções europeias são mesmo favoritas? Será que uma nação africana poderá escrever uma inédita página de história? Eis a nossa análise.

O que nos diz a história?

Troféu Copa do Mundo

Historicamente, deve saber que são as nações europeias a comandar no palmarés do Campeonato do Mundo. Com um total de 11 conquistas, entre as quais 8 são divididas equitativamente por Alemanha e Itália, as Seleções do Velho Continente mantiveram-se em velocidade de cruzeiro nas últimas décadas, distanciando as equipas dos restantes continentes. De facto, com 9 títulos - 5 para o Brasil, 2 para a Argentina e 2 para o Uruguai - a América o Sul não está muito longe, mas quando se sabe que foram Itália, Espanha e Alemanha a serem coroadas nas últimas três edições, a cena internacional ergue-se tem tons claramente europeus.

Europa, novamente favorita

França Alemanha Mundial 2018

Nada de espantoso, quando se olha para a tendência que se desenha entre as casas de apostas, com mais ou menos 60% de seleções do top 10 a representarem a Europa. Essas dignas representantes têm quotas atrativas, a começar pela grande favorita, a Alemanha proposta a 4.75. O pódio é completado pela campeã de 1998, a França (5.00), e pela Espanha (7.00), que regressou com o troféu em 2010. Mas recuados, mas com cotações ainda mais elevadas, surgem três outsiders que não devem ser subestimados. A Bélgica (11.00), que tem evoluído muito nos últimos anos e com uma geração capaz, encontra-se na sexta posição entre os favoritos. Logo depois, surge a Inglaterra (16.00), campeã em 1966, que voltar ao primeiro plano. No oitavo favorito, é nem mais nem menos que o atual Campeão da Europa, Portugal (18.00). A Seleção das Quinas conta com o atual Bola de Ouro, Cristiano Ronaldo, e com uma mescla irresistível entre a experiência de jogadores de muitas conquistas e jovens talentos a despontarem pelas melhores ligas do continente. E os nossos especialistas, o que será que nos dizem nos seus prognósticos Mundial 2018?

O interesse de apostar na América do Sul

Brasil Copa do Mundo 2018

Se tivéssemos que nos pronunciar sem pensar nas cotações, virar-nos-íamos  sem dúvida para a vitória de uma seleção europeia, na corrida para este Mundial 2018. Agora, quando olha para as quotas dos primeiros líderes do continente sul-americano, e analisando um pouco mais as séries de conquistas do Mundial, algo nos diz que não se deve colocar essa possibilidade de parte. Primeiro porque o Brasil é o Brasil (5.00), e é um dos dois grandes favoritos da presente edição. Os Pentacampeões sobrevoaram literalmente as qualificações daquela região, e impressionaram o mundo do futebol. A Argentina (9.00), duas vezes campeã mundial, surge na quinta colocação dos favoritos. A sua tremenda linha ofensiva legitima perfeitamente essa situação. Uruguai (30.00) e Colômbia (30.00) fecham o top 10 e são realmente capazes de causar problemas a qualquer seleção. Enquanto que a Celeste venceu em 1930 e 1950, os Cafeteros foram surpreendentes na última edição.

Porque é que vai ser complicado para os Africanos?

Africa Campeonato do Mundo 2018

Depois dos dois supercontinentes do futebol mundial, a África é considerada como o terceiro produtor entre os hipotéticos doadores do novo Campeão do Mundo. Todavia, com representantes a aparecerem nunca antes dos 15 primeiros, os especialistas não dão muito crédito a este continente, apesar das nações africanas terem progredido muito nos últimos anos, para além de se desmarcarem muitas vezes pela positiva em Mundiais. O Senegal (150.00) é o primeiro representante africano para a maioria dos bookmakers do Mundial 2018. Sadio Mané costuma ser um quebra-cabeças para qualquer defensiva, e a sua equipa tem boas hipóteses de sair de um grupo constituído com Colômbia, Japão e Polónia. O mesmo se pode dizer do Egito (150.00) de Mohamed Salah, que surge na 20a posição. A época fantástica do Faraó do Liverpool, pode conhecer o seu ápice na Rússia. Por si só, o grupo completado por Argentina, Croácia e Islândia justifica por si só o 21° posto da Nigéria (200.00), com probabilidades reduzidas de superar a primeira volta. E então do Marrocos (300.00) nem se fala, já que na 26a posição das preferências, dificilmente se conseguirá livrar das Seleções Ibéricas de Portugal e Espanha.

Em suma…

  • 32 nações
  • 14 europeias
  • 5 sul-americanas
  • 5 africanas
  • 5 asiáticas
  • 3 norte-americanas

Também lhe pode interessar:

CASA DE APOSTAS, QUAL ESCOLHER?